27 de jun de 2009

Happy Day !!???!!


Daqui do alto, daqui do céu, onde reina a paz das nuvens e a segurança dos deuses, onde sonho com o intenso encanto das estrelas.
Daqui onde tudo parece perfeito, equilibrado, confortável, puro e só meu, de onde observo com pavor e admiração os fortes lá embaixo, que escolhem a aventura do sofrer, a aventura do não ser assim tão só, tão dono do próprio céu.

Que vibração estranha é essa a qual rotulam de amor?
Que sentimento é esse, que a tudo dá um sentido e um sabor, essa coisa que tudo suporta que tudo move, renova o corpo e transcende a alma?
Eles que andam sobre aquela forte gravidade, que contrai músculos e tendões, que dilata pupilas, e que impõe limites a tudo que se ouse pensar.
Inveja deles, os fortes que enfrentam as desventuras do chão “firme”, inveja dos que enfrentam a pressão do simples ser ser humano em busca daquele diamante infrequente, tão necessário, é incrível o quanto precioso o simples pode vir a se tornar.

 

A um passo da queda livre, dessa nuvem tão segura que desenhei sorrindo. E dessa galáxia surreal que reservei pra fugir dos limites terrenos e das dores do mundo.

Percebo que daqui do alto, daqui do céu e da paz das nuvens, também tenho medo, tenho medo de não precisar nunca mais correr, e da adrenalina morrer.
Tenho medo de perder o sentido, o pra quê de preservar o belo e a pureza.
Medo que esse sonho de perfeição e beleza infinita, torne-se um túmulo celeste perdido sem flores e velas. 
Um sonho não compartilhado é um sonho esquecido
Dessa nuvem que ninguém mais sobe, dessa perfeição que ninguém mais toca.
Quero descer...

Um comentário: