8 de dez de 2009

Ao maroto "boninhu"

Há um rapaz leve dos dedos que correm em uma cadência vibrante formosa e astuta.
É um rapaz que quando respira, em pausas preenche os pulmões o ambiente, com um suspense prólogo, a mais uma lufada perfeita da energia sutil. A chamam de boa música e graça na alma. 
Há um rapaz leve pras bandas de lá! É o que dizem, as lembranças em meu travesseiro...

Gustavo Bonin, com seu clarinete, ou sua "baixaria" no violão das perfeitas sete cordas, me encantava dias inteiros. Aquecendo o frio que o chimarrão não curava.

Mais que a divisão de casa e tarefas... compartilhávamos sentidos.

Fica aqui minha saudade de tu, guri. Bem estampada que hd algum pode apagar...
Obs: Nossos treinos fotográficos querido, perdi :(

http://www.youtube.com/watch?v=vnjhqPo4lAM&feature=related
Ele tocando clarinete alí do ladinho